Usando o Consul – parte 1

consul-1_abertura

Particularmente eu acho muito interessantes as ferramentas da HashiCorp, tanto que até Já escrevi alguma coisa sobre duas delas — Packer e Vagrant. Agora é vez da acrescentar o¹ Consul na lista.

E no ecossistema da HashiCorp ela é a ferramenta responsável pela descoberta, autoconfiguração e monitoramento de serviços… Quê?

(¹) Sei que deveria escrever “a Consul” pois o gênero é feminino (é a ferramenta) mas por outro lado é uma palavra na língua portuguesa de gênero masculino (é o Cônsul). Então, para não dar um nó na cabeça de ninguém usarei de “o Consul” — em todo caso é por ser o programa… 🙂

Continuar lendo

Anúncios

Introdução ao Packer

Packer-1_abertura

A partir do Vagrant é possível baixar a imagem de uma máquina virtual já pronta, criar uma versão customizada dela utilizando o vagrant package e até disponibilizá-la publicamente através do Atllas. Mas como fazer para criar uma box a partir do zero? É aqui que entra uma outra ferramenta da HashiCorp, o Packer. Que junto com o Vagrant compõe alguns dos ingredientes da ração para cachorro que eles produzem e consomem por lá.

Continuar lendo

Jogos Legais, tomo IV

jogos-4_papers_please

Voltando para fechar esta série com a última parte da tal lista de “jogos legais” (que não necessariamente) rodam em Linux e que consumiram/consomem uma boa fatia do meu tempo livre. Agora é a vez dos jogos comerciais, sim aqueles  que compramos.

E, diga-se de passagem, não são assim tão novidade quanto parece. A primeira safra deles apareceu no final da década de 1990 com vários títulos originais de Windows convertidos pela Loki Software. Aliás a página deles ainda existe, a loja está fechada desde 2001 mas o conteúdo está todo lá.

Continuar lendo