Usando o Chef, o repositório Git

chefrepo-1_abertura

Enquanto organizava os arquivos do Ansible me dei conta de que não havia algo parecido com o Chef, então resolvi fazer o mesmo e centralizá-los em um repositório no GitHub. Ele contém uma máquina virtual, criada a partir do Vagrant, com o Chef Development Kit já instalado e também alguns dos arquivos utilizados.

Para utilizá-lo, clone o repositório:

$ mkdir -p ~/Vagrant
$ git clone https://github.com/plainspooky/chef.git
Cloning into 'chef'...
remote: Counting objects: 18, done.
remote: Compressing objects: 100% (12/12), done.
remote: Total 18 (delta 3), reused 18 (delta 3), pack-reused 0
Unpacking objects: 100% (18/18), done.
Checking connectivity... done.

Depois execute o Vagrant:

$ cd chef
$ vagrant up
Bringing machine 'default' up with 'virtualbox' provider...
...
==> default: Preparing to unpack chefdk_2.3.4-1_amd64.deb ...
==> default: Unpacking chefdk (2.3.4-1) over (2.3.4-1) ...
==> default: Setting up chefdk (2.3.4-1) ...
==> default: Thank you for installing Chef Development Kit!
==> default: Running provisioner: shell...
    default: Running: /tmp/vagrant-shell20171130-8515-9yzy6
==> default: >>> Cloning GitHub's Gists
==> default: Cloning into '643d857136271d7cefb0'...
==> default: Cloning into 'f074413333135d2ca96e'...
==> default: Running provisioner: shell...
    default: Running: inline script

Após terminada a configuração acesse a máquina virtual com:

$ vagrant ssh
Welcome to Ubuntu 16.04.3 LTS (GNU/Linux 4.4.0-101-generic x86_64)
...
ubuntu@ubuntu-xenial:~$

E boa diversão! 🙂

Ah, só lembrando que por ser também um repositório do Git, o cookbook de exemplo não está incluso mas ele pode ser recriado utilizando o comando “chef generate cookbook …“.

Anúncios