Um exemplo prático de coprocesso

sqlite_bash_cursor-1_abertura

Algo totalmente fora do planejado e feito mais como prova de conceito: uma “biblioteca” que permite a scripts escritos em Bash acessarem bases de dados do SQLite utilizando uma conexão persistente implementada através de um coprocesso. É uma abordagem bem diferente da execução do SQLite (via pipe) a cada consulta efetuada e mais próxima do conceito do database cursor utilizado em diversas linguagens de programação.

No ficou acabou ficando tão interessante que resolvi disponibilizá-lo como um projeto no GitHub com direito a uma documentação (bem) básica e até um programa de exemplo! 🙂

Anúncios